Mostra reproduz personagens e propõe uma viagem a pré-história


Com a participação dos alunos da Escola Municipal José do Prado Franco, o Sesc realizou na manhã de hoje, 04/04, no auditório da Unidade Socorro, a abertura oficial da mostra “Valise Rastros Evolutivos”, que traz representações de habitats, sítios arqueológicos, mapas, ilustrações, jogos e utensílios típicos de diferentes etapas do processo evolutivo.

O trabalho faz parte do Projeto Sesc Ciência, uma iniciativa do Departamento Nacional do Sesc cujo o objetivo é desmistificar o conhecimento científico, aproximando o público por meio de ações criativas e estimulantes.

A exposição foi montada com bonecos em tamanho natural que reproduzem hominídeos que antecederam a espécie Homo sapiens, como o Australopithecus, o Homo habilis e o Homo erectus, revelando ainda, a diversidade cultural existente no mundo pré-histórico, através de vestimentas e acessórios, que traduzem um pouco das particularidades existentes nos hábitos, nas tradições religiosas, danças e celebrações de diferentes povos.

Para uma plateia atenta, a geógrafa Leuzenilda Pereira da Silva, falou sobre a importância da luz para a vida na terra, e o pedagogo Augusto César Lima, conceituou o que é a luz para a ciência, do ponto de vista da física, da química e da astronomia.

Os temas e as inquietações apresentadas ao longo das explanações chamaram a atenção dos estudantes, provocando questionamentos e dúvidas, que foram ainda mais esclarecidas durante a visitação.

 

Programação:

– 5/04 a 26/05 | 08h00 às 11h30 e 13h30 às 16h30

– Visitas a Mostra “Valise Rastros Evolutivos” e a Exposição “9.000 Anos de Ocupação Humana em Xingó”.

Jogo das Cavernas

Caçada aos Fósseis

Oficinas de Arte Rupestre

Público: Alunos, professores e toda a comunidade.

 

Classificação: Livre