Oficina de Criação Poética Sensorial Inclusiva


O Sesc promove de 19 a 23/11, na Unidade Siqueira Campos, Oficina de Criação Poética Sensorial Inclusiva, com o artista-terapeuta, Carlos Correia. A oficina conduz os participantes ao universo das deficiências como forma de estímulo à produção de textos poéticos.

De acordo com o supervisor de cultura do Sesc, Bosco Santos, o trabalho é realizado desde 2015 e resulta em composições sensíveis e sensibilizadoras, que emociona e informa os participantes sobre aspectos importantes da educação inclusiva. “Viver o universo das deficiências para entender a inclusão e criar textos poéticos sensibilizados e sensibilizadores é a premissa básica da oficina”, disse Santos.

O supervisor explicou que ao longo das aulas os participantes vivem experiências sensoriais capazes de transportá-los para o universo das deficiências: a cegueira, a surdez, a limitação motora, a polifonia intelectual. “A partir dessas vivências, são estimulados a produzir textos que servem de análise crítica sobre a Inclusão”, acrescentou.

Segundo Carlos Correia, a ideia do projeto Poesia Inclusa é ofertar aos trabalhos nascidos na Oficina de Criação Poética Sensorial Inclusiva vetores ainda mais amplos e disseminadores como dar visibilidade aos alunos autores que participam do curso, oferecer no universo virtual um canal midiático no qual produção poética inclusiva seja contemplada, além de mostrar concretamente que a produção de literatura brasileira também precisa se abraçar à preocupação com o fator inclusivo.