Sesc Implanta Programa Ecos em Socorro


Para marcar as comemorações do Dia Nacional da Árvore, 21/09, o Sesc implantou na última sexta-feira, na Unidade de Nossa Senhora do Socorro, o Programa Ecos de Sustentabilidade. O evento reuniu representantes do poder público e da sociedade civil, que desenvolvem ações e projetos na área de preservação e sustentabilidade ambiental.

De acordo com a diretora regional do Sesc, Adely Carneiro, o Ecos foi implantado em Sergipe desde 2012, com a missão de planejar, propor, executar e apoiar ações que induzam à prática intersetorial e colaborativa da sustentabilidade.

Na abertura os idosos do Coral Nova Vida fizeram um acolhimento especial ao público acompanhados pela regente Clara Raquel. Na sequência as crianças da Escola Sesc apresentaram também dois números musicais acompanhadas pelo professor e violonista, Rodrygo Besteti – momento de emoção e demonstração do trabalho intergeracional que a instituição vem realizando nos centros de atividades.

Também estavam presentes na solenidade nove diretores regionais e assessores, que vieram a Aracaju para participar do Encontro de Diretores Regionais do Sesc – Núcleo Nordeste, realizado de 19 a 22/09, no Hotel Sesc Atalaia e o superintendente da Fecomércio/SE, Maurício Oliveira.

Após o plantio simbólico de mudas da mata atlântica, numa área livre da Unidade, os trabalhos tiveram início com a mesa redonda “Relações entre Natureza, Saberes e Bem Viver: cruzamentos e reconstruções”, com as participações do Professor Doutor Paulo Mário Araújo, da Professora Doutora Luana Celina Seraphin Cunha, do biólogo José Bezerra Neto e do coordenador nacional do Programa Ecos, Mário Saladini.

Eles falaram sobre meio ambiente e tecnologias sociais, o ato de cozinhar no contexto de um mundo globalizado, educação ambiental e sustentabilidade na escola.

A programação contou ainda com uma mostra, que trouxe modelos de fogão solar – resultado dos experimentos em tecnologia social do laboratório Moulin Bleu, coordenado pelo professor Paulo Mário Araújo, e trabalhos em educação ambiental resultantes das práticas “gramáticas da natureza – germinando poesia”,  realizadas pelo Bibliosesc nas escolas públicas de Socorro, que se somaram a perspectiva poética do escritor Manoel de Barros ao semeio e cuidado com a vida. Também participaram da mostra a ONG Uivo Vivo e o Instituto Mamíferos Aquáticos.

A programação foi encerrada no período da tarde, na Unidade Comércio, com roda de conversa, distribuição de Eco Kits e contação de histórias com Luciano Gois e Eduardo Freitas, além da exposição temática sobre a obra de Manuel de Barros “Gramática da Natureza”.

Para a realização do evento o Sesc contou com o apoio do Departamento Nacional do Sesc, Universdade Federal de Sergipe, Universidade Tiradentes, Fecarse, Fecomercio, Embrapa, Secretarias Municipais de Agricultura e Meio Ambiente de Nossa Senhora do Socorro, Colégio Amadeus, , Instituto Mamíferos Aquáticos e Recigraxe.