Sesc Sergipe recebeu equipe de vôlei para idosos


A equipe do Conssol, do Mato Grosso Do Sul, está viajando pelo Brasil, levando a modalidade esportiva do Voleibol Adaptado para idosos, para vários estados, e esteve em Aracaju, apresentando o esporte para os idosos participantes do Trabalho Social com Idosos (TSI), desenvolvido pelo Sistema Fecomércio, através do Sesc.

A atividade aconteceu na manhã de quinta-feira (26), no Ginásio Charles Moritz, no Sesc Centro, e contou com a participação dos atletas viajantes, representantes do Conselho Estadual do Idoso, Conselho Regional de Educação Física e do Sesc, levando ao conhecimento dos idosos assistidos pelo TSI em Sergipe como a prática esportiva é importante para uma melhor qualidade de vida na terceira idade. O esporte estimula o dinamismo, trabalho em equipe e união entre os atletas.

De acordo com o presidente do Conselho Estadual do Idoso, Durval Andrade Neto, a equipe o procurou para encontrar um lugar para fazerem a demonstração do esporte. Nisso, o Conselho acionou o Sesc, devido à uma sólida parceria existente com a entidade, que disponibilizou o ginásio para a prática esportiva.

“Quando os representantes da equipe me procuraram, querendo um lugar para jogar, não pensei duas vezes, vim até Sesc, solicitar o espaço do ginásio. Nosso pedido foi prontamente atendido, o que fortalece a relação do conselho com a instituição. O Sesc é a instituição que tem mais tempo de parceria com o Conselho do Idoso e isso é ratificado a cada dia, pois o Sesc tem uma participação importante nas ações do conselho e nos apoia em todas as nossas ações. Agora não foi diferente, o Sesc mais uma vez está presente, dando o apoio aos idosos, que buscam qualidade de vida,”, destacou Durval Andrade.

O atleta Moacyr Lubachevsky participou do jogo demonstrativo do Vôleibol Adaptado em Aracaju, contou como o esporte mudou sua vida e valorizou a receptividade do Sistema Fecomércio em dar apoio ao esporte e ao trabalho de inserção dos idosos nas atividades de integração.

“Quando eu comecei com o vôlei adaptado, eu tinha problemas de coluna e o esporte me trouxe mais vontade de viver, mais alegria e melhorou minha qualidade de vida. Quando entro na quadra, não tenho vontade de sair. São ações como essa que estimulam a integração entre as pessoas e dão ganhos importantes para os idosos. O Sesc nos recebeu muito bem e deixa a gente gratificado. Estamos levando o esporte pelo Brasil e ajudando outras pessoas a ter qualidade de vida. Ações como a do Sesc em estimular o esporte para os idosos são fundamentais para o ganho na qualidade de vida e integração social”, comentou o atleta de 65 anos.

O presidente do Sistema Fecomércio, Hugo Lima França, valorizou a presença da equipe esportiva em Sergipe e destacou que o trabalho do sistema com idosos existe há mais de 30 anos e tem o foco de fazer a vida dos idosos melhor.

“Temos uma grande satisfação em receber esses atletas aqui, pois eles são um exemplo de superação e de que a atividade esportiva para os idosos é um mecanismo de total integração e desenvolvimento social e cognitivo quando precisamos buscar mais oportunidades de continuar vivendo bem O esporte é um transformador de vidas, sempre para melhor e essa ação certamente passará a fazer parte do nosso trabalho com idosos, que há mais de 30 anos tem feito a diferença nas vidas de centenas de pessoas em nosso estado. Vamos trabalhar para integrar ainda mais o esporte nas ações com os idosos. Já temos ações esportivas para a melhor idade, mas podemos fazer ainda mais para crescer”, disse o presidente.

Volei Adaptado para Idosos